Ferramentas

5 comentários

Amor e amizade verdadeiros

Judas-e-Jonathan-amizade-verdadeira-2O Amor e a Amizade verdadeiros se destacam quando não acontecem entre semelhantes, como é a história de Judas e Jonathan. Juntos eles atravessaram as Américas em uma jornada espiritual. Vocês devem estar se perguntando: “e daí? Muita gente faz isso!” Acontece que Judas é um burro! (poderíamos fazer uma série de piadinhas sobre isso, mas ele não era um ser humano burro, e sim um animal).

Judas vinha sendo o parceiro de viagem do norte-americano Jonathan Dunham em sua jornada espiritual pelas Américas, mas infelizmente ele veio a falecer nesta semana, em Caçapava do Sul (RS). Eles estavam percorrendo o continente americano a pé, juntos, há cinco anos. De novo você deve estar se perguntando: “e daí? Muita gente sai peregrinando com um burro por aí!” Já, já, você vai entender o título deste post.Judas-e-Jonathan-amizade-verdadeira

De acordo com o relato de conhecidos de Jonathan, o animal foi encontrado morto por ele mesmo. Judas havia fugido da propriedade onde estava e percorreu cerca de dois quilômetros até o local onde foi encontrado. O médico veterinário Ricardo da Rosa Teixeira, que acabou fazendo amizade com o viajante (antes da fatalidade), disse que Judas era bem tratado e aparentava estar em boas condições de saúde. Ele suspeita que o burro tenha sofrido um distúrbio gastrointestinal.

Jonathan não permitiu a realização de necropsia, mas segundo relatos dele, em alguns lugares por onde passaram não havia comida para Judas que acabava alimentando-se das mesmas coisas que seu companheiro Jonathan. Ou às vezes ficavam, Judas e Jonathan, sem alimentos por uns dias.

A Prefeitura de Caçapava do Sul, onde aconteceu a fatalidade, chegou a oferecer uma retroescavadeira para cavar a cova de Judas, mas Jonathan recusou alegando que isso era um trabalho para ele e que esses seriam os seus últimos momentos juntos, fazendo ele mesmo o local de descanso de seu companheiro.Judas-e-Jonathan-amizade-verdadeira-3

Jonathan não sabe ainda se conseguirá continuar a viagem, pois está muito abalado. Moradores da região se dispuseram a conseguir outro animal para que o norte-americano siga sua jornada de "autoconhecimento e meditação", porém, ele recusou. Na minha opinião e atingiu o auge do autoconhecimento através dos anos de convivência intensa com seu amigo Judas.

Os dois viajavam juntos há cinco anos. Jonathan ganhou Judas de presente de um fazendeiro durante sua passagem pelo México. Desde então, os dois vinham percorrendo a América Latina. O animal carregava barraca, livros, peças de roupa e mantimentos. As aventuras de Jonathan e Judas ganharam até uma diário na internet, na página www.estatravesia.com. Eles passariam ainda por Uruguai, Argentina e Chile, de onde iriam para os Estados Unidos, por volta de 2014.

Obrigado Jonathan, por nos mostrar que ainda existe humanidade entre os considerados seres humanos ditos racionais!

Veja outras postagens do Bixo da Goiaba sobre o tema:

Compartilhe esta postagem com seus amigos nas redes sociais
Comentários
5 Comentários

5 comentários

Leia os outros comentários e comente também

AGRADECEMOS A SUA VISITA!

Expresse sua opinião sobre a postagem comentando logo após os demais comentários.

Se gostou do nosso blog clique nos links e encontre-nos nas redes sociais:
Facebook, Twitter e Google+.


  1. com certeza ele atingiu o autoconhecimento com a ajuda do seu amigo Judas

    ResponderExcluir
  2. Me fez chorar, tamanha a grandeza desta pessoa. Tenho absoluta certeza que Judas o ajudou, e muito, em sua cruzada pela América. Obrigada aos dois!

    ResponderExcluir
  3. poxa é bom saber que ainda exite pessoas de coraçao tao grandioso como esse americano,uma jornada exausta junto com seu burrinho,poxa que historia linda e triste ao mesmo tempo,espero que ele seja muito feliz ao terminio dessa jornada,ele merece,desejo a ele toda sorte do mundo,esse sim é o cara!

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você Jose, esse sim é o cara!

    ResponderExcluir
  5. Esse cara tem uma inteligência rara e de um coração grandioso. O sentimento pelo amigo que morreu é tão afetuoso que ele ainda encontra-se acampado junto ao túmulo que construiu para o Burro Judas, buscando forças para continuar sua jornada, em Caçapava do Sul-RS.

    ResponderExcluir